(11) 3289-1788 - secretaria@aelo.com.br

Associe-se à AELO!

Home/Associe-se à AELO!

É possível que sua empresa não conheça amplamente a AELO. Talvez por falta de oportunidade. Mas certamente você já ouviu falar das conquistas obtidas nos últimos anos por empreendedores de parcelamento do solo. Essas conquistas foram garantidas pela união, pelo trabalho em equipe, com perfeita sintonia entre os próprios empreendedores, somando forças para um diálogo produtivo com o poder público. A AELO é protagonista desse movimento, ao lado de entidades parceiras. Ninguém faz nada sozinho. Se há problema, busca-se solução. E surgem vitórias na constante luta contra o excesso de burocracia e na defesa da segurança jurídica dos empreendedores.

A AELO, Associação das Empresas de Loteamento Urbano, foi fundada em São Paulo há 33 anos, tendo construído uma história que desperta admiração e impõe respeito: reúne algumas das maiores e mais tradicionais empresas do setor, assim como pequenas e médias empresas, de mais de dez estados do País.

Essa é a entidade que se apresenta hoje a você e à sua empresa para informar que há um privilegiado espaço para sua adesão como novo associado. Vale a pena se associar? Confira.

A AELO defende a existência de normas justas e segurança jurídica para os empreendedores, sempre buscando preservar também o meio ambiente e os direitos dos consumidores. O atual presidente, Caio Carmona Cesar Portugal, eleito em março de 2011 e reeleito em abril de 2013, sua Diretoria e os Conselhos Consultivo e Fiscal têm concentrado esforços que contribuem para o crescimento do setor imobiliário. O quadro associativo da AELO é formado por Empresas Loteadoras, Construtoras, Incorporadoras, Imobiliárias, Engenheiros, Arquitetos, Agrimensores e demais empresas e/ou profissionais voltados para esse campo.

Nossa entidade conseguiu e continua alcançando importantes conquistas para o setor com o reconhecimento de órgãos municipais, estaduais e federais. Desta forma, a AELO, hoje, é conhecida nacionalmente, tendo em seu cadastro associados não só no Estado de São Paulo como também de mais de 10 outros Estados.

A finalidade principal da AELO é a de defender os interesses dos seus associados, remover os obstáculos para dinamizar a produção de lotes urbanizados e incrementar os negócios na área de desenvolvimento urbano. Para tanto, mantemos um serviço de atendimento de consultas pessoais e por escrito aos nossos associados, com profissionais atuantes e altamente capacitados, além de um Conselho Jurídico.

Um dos segredos para o sucesso da AELO: a união com outras entidades, como o Secovi-SP, o SindusCon-SP e a CBIC em torno do mesmo ideal, consolidando a confiança junto aos associados, e a continuidade política e administrativa, simbolizada pela seqüência de gestões estáveis e produtivas. Neste milênio, a entidade teve quatro presidentes, num ciclo de expressiva evolução: Roland Philipp Malimpensa, de 2001 a 2005; Luiz Eduardo de Oliveira Camargo, de 2005 a 2009; Flavio Amary, de 2009 a 2011, e Caio Portugal, eleito para os biênios 2011/2013 e 2013/2015. Ciro Scopel é o presidente do Conselho Consultivo, cargo já exercido também por Roland Philipp Malimpensa e Luiz Eduardo de Oliveira Camargo, hoje membros do Conselho Consultivo.

O primeiro presidente da AELO, Luís Caldin, exerceu o cargo de 24 de fevereiro de 1981 a fevereiro de 1982. Também ocuparam a presidência, pela ordem: Lelivaldo Benedicto Marques, Marcos Cintra Cavalcanti de Albuquerque, Edgar de Souza, Maurício Scopel, Carlos De Gióia, Sérgio Guimarães, Roland Philipp Malimpensa, Luiz Eduardo de Oliveira Camargo e Flavio Amary.

O Comitê de Desenvolvimento Urbano, criado em 2000, surgiu para somar forças de três entidades do setor imobiliário: a própria AELO, o Secovi-SP e o SindusCon-SP, tendo como tema básico o Parcelamento do Solo. Tanto nas reuniões periódicas quanto por meio da atuação constante dos seus Grupos de Trabalho (GTs), o Comitê busca soluções para os problemas do setor.  A AELO tem também, em seu currículo de conquistas, outras parcerias, como: Procon-SP – Termo de conduta firmado entre este órgão e as três entidades (AELO, Secovi-SP e SindusCon-SP), cujo propósito é a evolução nas relações empresa-cliente, buscando-se recursos em defesa da transparência dos empreendimentos; Graprohab, órgão ligado à SEHAB – Secretaria da Habitação do Estado de São Paulo, criado em 1991 com a finalidade de analisar e aprovar projetos de loteamentos. A AELO participou das negociações para a criação do novo manual de procedimentos para orientação aos loteadores.

Nossa entidade lançou, em 2002, o Selo de Regularidade de Aprovação (SRA). O Selo, endossado por parcerias com instituições entre as quais Procon-SP, Secretaria da Habitração do Estado, Graprohab, Fundação Associação dos Notários e Registradores do Estado de São Paulo, Associação Paulista de Municípios, Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI-SP) e Secovi. O selo é concedido pela AELO a empreendimentos que estejam regularmente aprovados em todas as instâncias legais e regularmente registrados no Cartório de Registro de Imóveis da Comarca.

Em 2013, a AELO divulgou os resultados de uma ampla pesquisa feita junto aos associados a respeito de financiamento.

Como entidade filiada à CBIC, Câmara Brasileira da Indústria da Construção, a AELO mantém parceria com esse órgão de alcance nacional, ao qual estão ligadas outras instituições de respeito de todo o País. Os contatos com a CBIC possibilitam à AELO uma troca de informações a respeito da atual legislação para parcelamento do solo e suas perspectivas de mudanças. Além disso, mantemos intercâmbio no sentido de apoiar importantes iniciativas por parte da CBIC, como congressos, seminários e encontros com autoridades ligadas ao setor.

No campo da informação, a AELO também se faz presente através do seu moderno sistema de comunicação. Associados e o público em geral recebem informações ágeis e precisas a respeito de suas atividades e do setor imobiliário, por meio de um jornal impresso “AELO Informa”, publicação que também chega aos órgãos do Governo do Estado, Prefeituras, Empresas fornecedoras e pessoas interessadas no setor.

Temos ainda, há 12 anos, por meio da internet, o “AELO Online”, um boletim informativo semanal, além de uma home page na internet que recebeu mais de 200 mil acessos nos últimos 7 anos. Também são publicados frequentemente boletins em jornais, assim como entrevistas e reportagens em revistas e jornais em mostrar a posição da Diretoria diante de várias questões do setor imobiliário, entre as quais os trâmites de leis.

A AELO também defende o consumidor e a qualidade dos empreendimentos: criou e mantém o Disque-Denúncia, um serviço pelo qual os cidadãos e empresas podem denunciar pelo telefone e por escrito novos casos de desrespeito à legislação do Parcelamento do Solo (Lei n.º 6.766/79).