(11) 3289-1788 - secretaria@aelo.com.br

Informativos AELO

Home/Informativos AELO

36 anos de evolução

A AELO, fundada em 24 de fevereiro de 1981, em São Paulo, por empreendedores idealistas, acaba de completar 36 anos, época em que comemora sua constante expansão. Está agora com associados em 12 Estados, ressaltando a união do setor de parcelamento do solo. O CDU, Comitê de Desenvolvimento Urbano, integrado pela AELO, Secovi-SP e SindusCon-SP, bateu recorde de participantes em sua primeira reunião de 2017 (foto) e vem reforçando a esperança na luta pela solução de antigos e novos problemas.

Continue lendo

Luz de Esperança

Caio Portugal

Caio Portugal

O resultado do prolongado processo democrático de impeachment, encerrado no histórico 31 de agosto, devolveu a esperança a milhões de brasileiros e reforçou a possibilidade de o País atenuar sua grave crise política, econômica e moral. A votação no Senado não deixou dúvidas: havia chegado a hora de o Brasil mudar. Depois de ter sido afastado definitivamente o governo responsável pela crise, é o momento de cada cidadão e cada empresa continuarem trabalhando, agora com mais ânimo, mesmo sabendo que restam muitos obstáculos pela frente.

As lideranças do setor imobiliário fizeram sua parte: já em agosto de 2014, durante a Convenção Secovi, divulgaram documento de propostas para os candidatos à Presidência da República e, uma vez definido o resultado das urnas e revelada a crise escondida pela propaganda eleitoral do governo, o Secovi-SP e a AELO participaram de protestos de rua e manifestaram apoio à tese legítima do impeachment. Houve vitórias expressivas na Câmara dos deputados e no Senado, espaços onde o governo julgado teve oportunidade de fazer sua defesa. Golpe? Armação das elites e da mídia?

 

Continue lendo

Vamos construir melhores cidades?

Caio Portugal

Caio Portugal

No momento em que o prezado leitor estiver tomando conhecimento desde editorial, alguma outra informação já teria de ser acrescentada ao texto para atualizar a visão em torno do panorama brasileiro, que nos, do setor imobiliário, consideramos em situação extremamente grave. Faz dois anos que vivemos uma sequência de acontecimentos absurdos para o país em geral e para o setor imobiliário em especial. O movimento pelo impeachment trouxe esperança.

Este inédito panorama dramático nos remete a atuação de Mauricio Scopel como presidente da AELO, em 1989 a 1983. Mauricio assumiu no ano que Fernando Collor foi eleito presidente do Brasil, virando a página da ditadura e das eleições indiretas. Havia esperança, mas a posse de Collor, em março de 1990, com o anuncio de plano econômico que acabou sendo um desastre, levaria o pais ao uma prolongada resseção. Collor, vaidoso e arrogante isolando-se em seu pequeno partido, o PRN, e enfrentando denúncias de corrupção que partiam do seu próprio irmão, Pedro Collor, caiu em 1992. Itamar Franco, o vice, assumiu e, aos poucos, garantiu uma reação da economia, representada pelo Plano Real

Continue lendo