Aelo https://www.aelo.com.br Associação das Empresas de Loteamento e Desenvolvimento Urbano Mon, 25 Nov 2019 14:02:26 -0300 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.3 Cidades Sustentáveis https://www.aelo.com.br/cidades-sustentaveis/ Mon, 25 Nov 2019 14:02:10 +0000 https://www.aelo.com.br/?p=11170 Leia mais]]> Quem ainda não percebeu que o Brasil é, hoje, um país dividido? Uma divisão que interessa somente a grupos radicais e que contribui para prolongar a crise, retardando a completa retomada do desenvolvimento. O Brasil do “nós” contra “eles”, dividido em facções que se acusam mutuamente, passando por cima da razão e da autêntica democracia, está nos últimos dias do primeiro ano de um governo eleito, em nome da esperança, por 57  milhões de cidadãos.
Apesar de avanços, como a existência de um excelente quadro de ministros, o surgimento de sinais positivos na economia…

Ano 38, Número 112
dezembro de 2019

Leia a matéria na integra clicando aqui

]]>
Onde as empresas se unem https://www.aelo.com.br/onde-as-empresas-se-unem/ Thu, 15 Aug 2019 16:56:44 +0000 http://www.aelo.com.br/?p=10837 Leia mais]]> Neste Editorial, apresentamos fotos de três edifícios de São Paulo, que representam três ciclos desta entidade de 38 anos.
Em 29 de abril, tivemos um dia histórico: a AELO passou a funcionar no Edifício Milenium, do Secovi-SP, o maior sindicato empresarial do setor imobiliário do Brasil, no bairro de Vila  Clementino. Depois de ter utilizado, por 21 anos, duas salas do 5.º andar do Condomínio Edifício Barão de Ouro Branco, n.º 575 da Avenida Paulista, nossa entidade chegou a um
local mais amplo, ganhando melhores condições para atender ao crescente número de empresas filiadas…

Ano 38, Número 111
julho de 2019

Leia a matéria na integra clicando aqui

]]>
Loteamento e desenvolvimento https://www.aelo.com.br/loteamento-e-desenvolvimento/ Wed, 15 May 2019 14:26:42 +0000 http://www.aelo.com.br/?p=10486 Leia mais]]> A força da AELO tem nome: União. O sobrenome: Diálogo. Presidente, diretores e conselheiros incentivam o diálogo por soluções para os problemas.
Loteamento de qualidade respeita as leis, a natureza, o ser humano.
Loteamento combina com desenvolvimento, num Brasil que já sabe: reformar para mudar.
Agora!
Páginas 2 a 20

Ano XXI, Número 110
Maio de 2019

Leia a matéria na integra clicando aqui

]]>
Sinal de esperanças https://www.aelo.com.br/sinal-de-esperancas/ Mon, 17 Dec 2018 17:59:04 +0000 http://www.aelo.com.br/?p=9963 Leia mais]]> Em número de votos, o Brasil parece ter sido loteado. No entanto, após o tumultuado período de campanha eleitoral e da definitiva proclamação das urnas, o País tenta administrar suas diferenças e superar a crise. Vencedores e vencidos precisam encerrar a troca de ataques, respeitar a democracia, e buscar união em torno do trabalho da ética,
da cidadania. O Brasil é um só. Verde e amarelo! A AELO, acostumada a lotear, construir e somar forças, também se anima para um ano alvissareiro diante do sinal de esperança que aparece no horizonte.

Ano XXI, Número 109
Dezembro de 2018

Leia a matéria na integra clicando aqui

]]>
A Expansão da AELO https://www.aelo.com.br/a-expansao-da-aelo/ Wed, 13 Jun 2018 16:58:47 +0000 http://www.aelo.com.br/?p=9213 Leia mais]]> Casas populares, casas de alto padrão, prédios residenciais e comerciais, bairros e cidades começam no lote
CNAs rodovias exercem importante papel na AELO de hoje. Os aeroportos também. Tudo isso reforçado pelos telefones e pela internet. Nossa entidade, fundada no município de São Paulo há 37 anos, logo se expandiu pelo Interior paulista e agora está em 13 outros Estados. A comunicação difunde notícias, facilita
contatos e abre caminho para o intercâmbio, numa AELO de origem estadual que soube fazer parcerias e atrair empresas de todas as regiões do Brasil. Os frutos da poderosa união são evidentes. E essa transformação teria de influir na nossa nova logomarca. Páginas 3 a 9

Ano XXXVI, Número 108
Junho/Julho – 2018

Leia a matéria na integra clicando aqui.

]]>
Tudo começa no lote https://www.aelo.com.br/tudo-comeca-no-lote/ Mon, 11 Dec 2017 19:27:25 +0000 http://www.aelo.com.br/?p=5031 Leia mais]]> Casas populares, casas de alto padrão, prédios residenciais e comerciais, bairros e cidades começam no lote

. Tudo começa no lote. A paisagem do Parque do Povo e de edifícios modernos da Avenida Juscelino
Kubitschek, em São Paulo, simboliza resultados de uma cadeia produtiva de origem no trabalho de loteadores de todas as épocas.

Ano XXXV, Número 107
Novembro/Dezembro – 2017

Leia a matéria na integra clicando aqui.

]]>
Um céu sem nuvens? https://www.aelo.com.br/um-ceu-sem-nuvens/ Thu, 28 Sep 2017 16:14:49 +0000 http://www.aelo.com.br/?p=4829 Leia mais]]> Os expressivos eventos com o presidente Michel Temer e com o secretário do Meio Ambiente de SP, Ricardo Salles (fotos),

marcaram conquistas do setor de parcelamento do solo em 2017. Afastadas algumas nuvens, a meta agora é por um céu azul. Esta edição especial é dedicada aos heróis loteadores e aos demais cidadãos que lutam por um Brasil melhor.

Ano XXXV, Número 106
Setembro/Outubro – 2017

Leia a matéria na integra clicando aqui.

]]>
36 anos de evolução https://www.aelo.com.br/36-anos-de-evolucao/ Tue, 21 Mar 2017 12:06:39 +0000 http://www.aelo.com.br/?p=4253 Leia mais]]> A AELO, fundada em 24 de fevereiro de 1981, em São Paulo, por empreendedores idealistas, acaba de completar 36 anos, época em que comemora sua constante expansão. Está agora com associados em 12 Estados, ressaltando a união do setor de parcelamento do solo. O CDU, Comitê de Desenvolvimento Urbano, integrado pela AELO, Secovi-SP e SindusCon-SP, bateu recorde de participantes em sua primeira reunião de 2017 (foto) e vem reforçando a esperança na luta pela solução de antigos e novos problemas.

Ano XXXVI, Número 105
Março/Abril – 2017

Leia a matéria na integra clicando aqui.

]]>
Luz de Esperança https://www.aelo.com.br/luz-de-esperanca/ Mon, 07 Nov 2016 18:51:12 +0000 http://www.aelo.com.br/?p=3975 Leia mais]]> Caio Portugal

Caio Portugal

O resultado do prolongado processo democrático de impeachment, encerrado no histórico 31 de agosto, devolveu a esperança a milhões de brasileiros e reforçou a possibilidade de o País atenuar sua grave crise política, econômica e moral. A votação no Senado não deixou dúvidas: havia chegado a hora de o Brasil mudar. Depois de ter sido afastado definitivamente o governo responsável pela crise, é o momento de cada cidadão e cada empresa continuarem trabalhando, agora com mais ânimo, mesmo sabendo que restam muitos obstáculos pela frente.

As lideranças do setor imobiliário fizeram sua parte: já em agosto de 2014, durante a Convenção Secovi, divulgaram documento de propostas para os candidatos à Presidência da República e, uma vez definido o resultado das urnas e revelada a crise escondida pela propaganda eleitoral do governo, o Secovi-SP e a AELO participaram de protestos de rua e manifestaram apoio à tese legítima do impeachment. Houve vitórias expressivas na Câmara dos deputados e no Senado, espaços onde o governo julgado teve oportunidade de fazer sua defesa. Golpe? Armação das elites e da mídia?

 

Ano 35, Número 104
Novembro/Dezembro – 2016

Leia a matéria na integra clicando aqui.

]]>
Vamos construir melhores cidades? https://www.aelo.com.br/vamos-construir-melhores-cidades/ Thu, 05 May 2016 18:57:05 +0000 http://www.aelo.com.br/?p=3488 Leia mais]]> Caio Portugal

Caio Portugal

No momento em que o prezado leitor estiver tomando conhecimento desde editorial, alguma outra informação já teria de ser acrescentada ao texto para atualizar a visão em torno do panorama brasileiro, que nos, do setor imobiliário, consideramos em situação extremamente grave. Faz dois anos que vivemos uma sequência de acontecimentos absurdos para o país em geral e para o setor imobiliário em especial. O movimento pelo impeachment trouxe esperança.

Este inédito panorama dramático nos remete a atuação de Mauricio Scopel como presidente da AELO, em 1989 a 1983. Mauricio assumiu no ano que Fernando Collor foi eleito presidente do Brasil, virando a página da ditadura e das eleições indiretas. Havia esperança, mas a posse de Collor, em março de 1990, com o anuncio de plano econômico que acabou sendo um desastre, levaria o pais ao uma prolongada resseção. Collor, vaidoso e arrogante isolando-se em seu pequeno partido, o PRN, e enfrentando denúncias de corrupção que partiam do seu próprio irmão, Pedro Collor, caiu em 1992. Itamar Franco, o vice, assumiu e, aos poucos, garantiu uma reação da economia, representada pelo Plano Real

Ano XXXVI, Número 103
Abril/Maio – 2016

Leia a matéria na integra clicando aqui.

]]>